Exposição “Quem é o Homem do Sudário?” regressa ao Rio após quatro anos

0

escultura sudário-2No dia da Solenidade de Corpus Christi, 26 de maio, e após quatro anos visitando os demais Estados brasileiros, a exposição internacional “Quem é o Homem do Sudário?” retorna ao Rio de Janeiro.

Na ocasião, a Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro, no Centro, receberá a mostra, que será inaugurada pelo Cardeal Arcebispo Orani João Tempesta, às 18h30, depois da missa solene.

Até o mês de novembro, os fiéis cariocas e o público em geral terão a oportunidade de acompanhar a reconstituição da trajetória do Sudário de Turim, que consiste em um pano que supostamente teria envolvido Nosso Senhor Jesus Cristo, através de réplicas de elementos datados da Antiguidade.

Fixa em vários países do mundo inteiro, a mostra foi criada no Brasil a partir de uma graça recebida na exposição do Santo Sudário em Jerusalém, sendo Curitiba a primeira cidade brasileira que a recebeu, em 2010. Em seguida, foi levada a Brasília, e esteve no Rio de Janeiro entre 2012 e 2013.

No período da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) na Cidade Maravilhosa, a exposição teve passagem pelo Jardim Botânico. Entre 2013 e 2016, peregrinou pelos municípios de São Paulo, Bauru, Blumenau, Florianópolis, Feira de Santana, Salvador, Maceió, Belém, Fortaleza e Belo Horizonte.

A mostra é dividida em cinco fases e contém uma réplica do Sudário de Turim, em tamanho original de 4,41m x 1,13m, bem como réplicas da tumba, dos pregos, flagelos e da coroa de espinhos. As moedas, por sua vez, que se encontram sobre os olhos do Homem do Sudário, são originais da época da Palestina.

Além disso, o visitante terá acesso a mais de 30 painéis, que incluem estudos sobre o lençol sepulcral, a desmistificação do teste do Carbono 14 e o percurso histórico. No local, será exposta uma escultura em bronze, em tamanho real, feita por Luigi Enzo Mattei.

O organizador da exposição no Rio de Janeiro, Padre Alexandre Paciolli, acredita que os visitantes, além de ter a experiência de conhecer a história do Santo Sudário, podem aprofundar a Fé.

“Eles podem encontrar todos os estudos científicos, aprovados pelas grandes universidades do mundo, sobre o Santo Sudário de Turim. Podem encontrar também uma estátua em bronze feita por um dos escultores da Porta Santa, que está na Basílica de São Pedro, e outras peças que vão levando as pessoas a descobrir quem é o Homem do Sudário, quem é aquele que foi colocado sobre o Sudário que está guardado em Turim”, disse Padre Alexandre Paciolli.

O funcionamento da exposição “Quem é o Homem do Sudário?” ocorre diariamente, das 8h às 17h. (LMI)

Por Gaudium Press, com Arquidiocese do Rio de Janeiro

Compartilhar.

Deixe um comentário