Festival Halleluya integrará programação da JMJ na Polônia

0

09O Festival de Artes Integradas Halleluya anualmente atrai mais de um milhão de pessoas para “festa que nunca acaba”, em várias cidades do Brasil. O evento que acontece há vinte anos, e que já foi realizado no Uruguai, Itália, França e Terra Santa e na Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro, será realizado pela primeira vez em Cracóvia (Polônia), entre os dias 27 e 29 de julho como parte Festival da Juventude da JMJ 2016.

O Halleluya em Cracóvia acontecerá na praça Szczepanski a poucos metros da Praça do Mercado no Centro de Cracóvia. A expectativa é alcançar um público entre sete e dez mil jovens. Serão 15 apresentações entre música, teatro e dança com atrações em vários idiomas: inglês, polonês, francês e italiano.

O Festival

O evento Halleluya nasceu em 1985 no Brasil como iniciativa dos jovens da Comunidade Católica Shalom com nome de Trifest. A intenção era oferecer uma alternativa de um evento cristão aos jovens da cidade de Fortaleza: três dias de shows de evangelização. Aos poucos, a ideia cresceu até se tornar o Festival Halleluya.

O teatro, a música e a dança se unem no palco do Halleluya para anunciar o amor e a Misericórdia de Deus de forma nova e criativa. Nascido em meio aos jovens como uma expressão de nova evangelização, busca oferecer a estes uma diversão sadia, como possibilidade de uma alegria que não passa, por isso traz o seu slogan “uma festa que nunca acaba”.

Além das atrações artísticas e culturais, o palco principal do Festival conta com espaços temáticos como o Espaço Misericórdia e Arena Cultural.

Espaço Misericórdia

O site da JMJ 2016 explica que toda a arte do Halleluya é colocada como meio para favorecer uma autêntica experiência com a Misericórdia de Deus. “É por isto que o Espaço da Misericórdia é o coração do Halleluya”, afirma o site. Neste espaço vai abrigar confessionários para o Sacramento da Reconciliação e a Capela com o Santíssimo Sacramento.

“Na programação do Festiva0,l a beleza da arte dá espaço à sua origem: sobe ao palco do Halleluya, Jesus no Santíssimo Sacramento. Algo que se tornou um símbolo do Festival em todas as suas edições: uma multidão em silêncio que adora Jesus na Eucaristia”, evidencia o site.

Arena Cultural

Com a intenção de favorecer o intercâmbio cultural entres os jovens, na arena do Festival se encontra o Espaço Cultural. Neste espaço serão oferecidos cursos rápidos de como fazer uma boa confissão, momentos de oração, e momentos de partilha das graças e desafios na vivência da fé com jovens de outras partes do mundo. Além disso, os artistas serão convidados a partilhar as suas experiências de evangelização.

Por Canção Nova, com krakow2016.com

Compartilhar.

Deixe um comentário