Guitarrista do U2 toca na Capela Sistina diante do Papa

0

O rock entrou no Vaticano no sábado, 30, com o guitarrista da banda irlandesa U2, David Howell Evans. The Edge, como é mais conhecido, se apresentou na Capela Sistina, no encerramento de um congresso sobre medicina regenerativa. Foi a primeira estrela do rock a tocar na Capela de Michelangelo, definida pelo músico como “a mais bonita do mundo”.

No repertório, três canções da banda irlandesa (Yahweh, Ordinary love e Walk on) e ‘If it be your will’ de Leonardo Cohen, acompanhadas por um coro de sete adolescentes. Na plateia, cerca de 200 médicos, pesquisadores e filantropos participantes do congresso, que discutiu sobre novas terapias para a cura do câncer e de doenças raras.

O pai do músico morreu de tumor há um mês e sua filha combateu e venceu uma luta contra a leucemia. Ele faz parte do comitê de várias fundações que trabalham na prevenção e a pesquisa sobre o câncer.

Antes de cantar, o guitarrista brincou revelando que ficou surpreso quando lhe convidaram para o show: “Não sabia o que dizer porque normalmente é outro que canta”, disse, referindo-se a Bono, vocalista do U2.

Em seguida, dedicou ‘Walk On’ (composta em 2000 para a líder birmanesa Aung San Suu Kyi quando estava em prisão domiciliar) ao Papa Francisco, que descreveu como “o Papa do povo”: “Ele tem feito um trabalho fantástico e espero que continue por muito tempo”, acrescentou.

Por Rádio Vaticano

Compartilhar.

Deixe um comentário