Local do Batismo de Jesus será livre de minas terrestres

0

EPA1832355_ArticoloA área de Qasr al-Yahud, que se estende pela margem ocidental do Rio Jordão, na altura do local que a tradição identifica como o local do Batismo de Jesus, será livre de minas e de outros artefatos que ainda hoje ali se encontram, cinquenta anos depois da Guerra dos Seis Dias (5-10 de junho de 1967).

Segundo a imprensa israelense, a área a ser limpa das minas se estende por cerca de 100 hectares e está inacessível desde 1967. O projeto será realizado sob a supervisão do Ministério da Defesa israelense, com a colaboração da Sociedade britânica Halo Trust, especializada na remoção das minas e de artefatos bélicos que não explodiram. O trabalho deverá estar concluído até o final de 2016.

Qasr el-Yahud, localizada a poucos quilômetros de Jericó, encontra-se nos Territórios Palestinos ocupados por Israel em 1967, precisamente na divisa com a Jordânia. Na área estão antigas igrejas e mosteiros considerados “não-seguros” em função do terreno minado.

Desde 2011, Israel tornou acessível uma única estrada dirigida a um local preparado onde se realizam cerimônias cristãs, na margem do Jordão. O acesso até agora era permitido somente aos peregrinos, sob a supervisão do exército israelense que controla a área.

Por Rádio Vaticano

Compartilhar.

Deixe um comentário