Sábado da 14ª Semana Tempo Comum

0

1ª Leitura – Is 6,1-8

Sou apenas um homem de lábios impuros,
mas eu vi com meus olhos o rei,
o Senhor dos exércitos.
Leitura do Livro do Profeta Isaías 6,1-8 1 No ano da morte do rei Ozias,
vi o Senhor sentado num trono de grande altura;
o seu manto estendia-se pelo templo.
2 Havia Serafins de pé a seu lado;
cada um tinha seis asas,
duas cobriam-lhes o rosto,
duas, os pés e, com duas, eles podiam voar.
3 Eles exclamavam uns para os outros:
‘Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos;
toda a terra está repleta de sua glória’.
4 Ao clamor dessas vozes,
começaram a tremer as portas em seus gonzos
e o templo encheu-se de fumaça.
5 Disse eu então:
‘Ai de mim, estou perdido!
Sou apenas um homem de lábios impuros,
mas eu vi com meus olhos o rei,
o Senhor dos exércitos’.
6 Nisto, um dos serafins voou para mim,
tendo na mão uma brasa,
que retirara do altar com uma tenaz,
7 e tocou minha boca, dizendo:
‘Assim que isto tocou teus lábios,
desapareceu tua culpa,
e teu pecado está perdoado’.
8 Ouvi a voz do Senhor que dizia:
‘Quem enviarei? Quem irá por nós?’
Eu respondi: ‘Aqui estou! Envia-me’.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 92, 1ab. 1c-2. 5 (R.1a)

R. Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
1a Deus é Rei e se vestiu de majestade,*
1b revestiu-se de poder e de esplendor! R.1c Vós firmastes o universo inabalável,
2 vós firmastes vosso trono desde a origem,*
desde sempre, ó Senhor, vós existis! R.

5 Verdadeiros são os vossos testemunhos,
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
pelos séculos dos séculos, Senhor! R.

evangelho-09-07Evangelho – Mt 10,24-33

Não tenhais medo daqueles que matam o corpo. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 10,24-33 Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
24 O discípulo não está acima do mestre,
nem o servo acima do seu senhor.
25 Para o discípulo, basta ser como o seu mestre,
e para o servo, ser como o seu senhor.
Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu,
quanto mais aos seus familiares!
26 Não tenhais medo deles,
pois nada há de encoberto que não seja revelado,
e nada há de escondido que não seja conhecido.
27 O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia;
o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados!
28 Nóo tenhais medo daqueles que matam o corpo,
mas não podem matar a alma!
Pelo contrário,
temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno!
29 Não se vendem dois pardais por algumas moedas?
No entanto, nenhum deles cai no chão
sem o consentimento do vosso Pai.
30 Quanto a vós,
até os cabelos da cabeça estão todos contados.
31 Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.
32 Portanto, todo aquele
que se declarar a meu favor diante dos homens,
também eu me declararei em favor dele
diante do meu Pai que está nos céus.
33 Aquele, porém, que me negar diante dos homens,
também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus.
Palavra da Salvação.

Reflexão – Mt 10, 24-33

Aos homens, é impossível entrar no Reino de Deus, mas para Deus, tudo é possível. A salvação não é obra nossa, é ação divina sobre todos nós e é gratuidade do amor misericordioso do nosso Deus que vem ao nosso encontro. Mas, se é obra divina, por que devemos desenvolver o trabalho evangelizador? É porque o próprio Deus, que é amor infinito e poderia ter feito tudo sozinho, quis que todos nós participássemos da divina missão da salvação da humanidade, fazendo de todos nós colaboradores seus. Para nós, cabe corresponder a esse amor através do nosso sim e do anúncio desse Deus amoroso a todas as pessoas.

Fonte: CNBB

Compartilhar.

Deixe um comentário