Seu filho está infeliz com o corpo?

0

Da próxima vez que seu filho adolescente reclamar do corpo, aproveite! Sim, aproveite a deixa para incentivá-lo a fazer exercício físico e acompanhamento médico, nutricional ou até mesmo psicológico, se houver necessidade. “Às vezes, isso se faz necessário para ensiná-lo a administrar a ansiedade, avaliar o nível de insatisfação que tem com o próprio físico e ajudá-lo para que isso não gere outros problemas”, diz o psicólogo Eduardo Coutinho Lopes, da clínica BeSlim, do Rio de Janeiro.

Segundo ele, outra forma de os pais ajudarem é colocando metas de emagrecimento. “Os jovens adoram e respondem bem a esse tipo de estímulo. Só não vale sugerir perdas muito grandes, como cinco quilos de um dia para outro. O ideal é que a cada conquista seja lançado um novo objetivo”, ensina o especialista, que recomenda ainda que os pais tenham uma dose extra de paciência com o jovem. “Gosto de lembrá-los de que as mudanças hormonais que ocorrem nessa fase podem gerar angústias. Some a isso o bullying que alguns sofrem por conta do excesso de peso e está explicado o porquê da baixa autoestima”, diz Eduardo Coutinho Lopes.

Por último, o especialista sugere elogiar e dar estímulos positivos, como o perfume que o filho tanto quer ou o estojo de sombras que a filha sonha há tempos, quando o emagrecimento for atingido.

Compartilhar.

Deixe um comentário